Arquivos para categoria: Post-it

Exatamente isso amigos. WordPress free foi ótimo enquanto pude aprender a usá-lo, mas já faz algum tempo que tenho meu próprio site e não disponibiliza como blog, apenas exibia as formas de contato e portfólio. Agradeço a todos que visitaram o blog nem que tenha sido por uma única vez e fico lisonjeado pelos que tiveram paciência em voltar. Pois bem, agora o endereço que vocês devem aparecer é esse:

www.itallovictor.com

Pra quem quiser primeiro ler sobre o que falo pode seguir no twitter: @itallo

Cliente: Governo do Piauí para todas as piauienses.
Aprovação: e parabéns para Mara Arrais e Luciana Gayoso
Direção de Arte: Itallo Victor que oferece a @thalitaviana que é pernambucana.
Redação: Pádua Carvalho que pensou na Socorro Alencar, Tiago Peixoto que trouxe a mineira Nina para o seu lado.
Direção de Criação: Pádua Carvalho
Atendimento: Marcus Peixoto que tem ‘ina’ como sua sina.


Muito simples e claro. Um trabalho da Lápis Raro Publicidade. Ótimo.

8h sob o sol da quase extinta cidade verde não recarregam energias para se manter disposto mais 8h antes de ir pra cama. Muita coisa atrasada, mas o  tempo é aproveitado, entretanto ele não tem dó e respirar é inalar atraso. Encha os pulmões pela manhã e os mantenha forte, corra que até à noite só terá passado 50% do momento.

Esse foi o título da palestra do Mestrando em Ciências da Educação Marcus Linhares que tratou sobre esse braço do Marketing Promocional, ao iniciar o trabalho fez referência sobre a lei da oferta e da procura, um revival às aulas de faculdade sobre os famosos 4 P’s e comentou sobre mais 4 P’s que já começam ser adotados há alguns anos em discursos de autores mais modernos que se resumem em tendências, como sugar o consumo do mercado, posicionamento, pesquisa e como tornar um objetivo público, em resumo, como atrair o público através de estratégias certeiras.

Foi mostrado 2 lados da moeda, o que importa pra nesse ponto é o lucro através da satisfação que leva o consumidor a pagar mais por um produto, saciando uma necessidade do indivíduo. Há ainda a divisão do consumidor e a falta de divisão de barreiras para a concorrência, pois há pouco tempo que as empresas começam a perceber que não há limites para alcançar o cliente.

Discordo das formas de como são colocadas as estratégias adotadas para esse trabalho, as básicas, de acordo com o palestrante podendo ser: segmentação, diferenciação e posicionamento.

A mídia tradicional foi colocada como tolerável. Concordo. (e ponto!)
O ponto alto da apresentação foram as características do Marketing de Guerrilha, as palavras dele através das minhas palavras:
– Articulação de ações ao invés de muito dinheiro investido em mídia;
– Formas inusitadas de trabalhar uma imagem;
– Público-alvo produz conteúdo espontâneo da marca escolhida.

Por fim, foram mostrados cases e percebi que alguns presentes acharam as ações estranhas, talvez nem interessantes, agora vocês se perguntam quem era o público no auditório: estudantes de administração, contabilidade, profissionais de direito, auditores fiscais, pequenos empresários e realmente estereótipos que não consegui identificar. Resultado: Palestra estranha para os mesmos e um tanto desafiadora para o palestrante. Mas devo admitir que foi válida pelo termo ser inserido numa programação de Gestão e quem sabe começar a cair no conhecimento de alguns profissionais da área.