Álbum virtual da Copa 100% completo. Álbum real ainda não.

Quem nunca colecionou algo em sua curta vida que atire a primeira pedra. Selos, tampinhas, carros, jogos e outros similares são os preferidos dos meninos. Bonecas, maquiagem, cartas devem ser os mais almejados pelas mocinhas. Com certeza, nesse mundo de bugigangas se tem algo que desperta a vontade coletiva e desencandeia sentimentos compartilhados por parte da população são as figurinhas e o seu álbum.

Ano de Copa do Mundo e uma legião de fãs interessados em adquirir o álbum oficial e completá-lo antes do vizinho ou trocar aquela raridade pela maior quantidade possível, seja o garoto do ensino básico que grita entre os amigos dizendo que tem repetidas para trocar ou até o empolgado tiozinho que achou aquela imagem cromada de uma seleção da Ásia nos fazem perceber que somos infantis e que isso deve ser preservado. Conservar o jeito  moleque das tardes em casa onde todos sempre aprontávamos ao estilo peculiar de cada um.

Lembro das apostas no bafo – também chamado de pife-pafo, aquela que fazemos uma pilha de figurinhas e junto dos amigos ficamos lá tentando virá-las e um enrolado uns aos outros, assoprando, tentando levar no grito, enfim, essa semana mesmo fui trocar os cromos repetidos com meus primos que possuem 10 anos a menos e não pestanejaram: – Aposto no bafo!

Resultado: Lá se foram minhas 18 repetidas. Pela minha felicidade de ouvir, como ainda se diz: Fui pelebrado. O mais engraçado é ver que o tempo passou e continua lá, brincadeira boba que diverte a molecada e que me fez voltar no tempo.

Minha tia falou: – Virou criança de novo. E eu afirmei de pronto: – A vantagem é que agora eu posso perder as figurinhas sem resmungar, ser adulto tem suas poucas vantagen$.

Anúncios